*Por Simone Ishizuka

Muita gente vê Cuiabá como se fosse uma cidade ‘infernal’. Realmente ela é muito quente, as ruas são estreitas, os horários de pico são terríveis e os costumes ainda são corriqueiramente arcaicos para uma Capital. Mas o que pouca gente presta atenção é que há algumas coisas que só ela proporciona, e que fazem toda diferença.

E nestas minhas andanças solitárias (ou nem tanto) pela cidade, percebi também que Cuiabá pode ser absurdamente poética em vários quesitos, de encher os olhos e o coração.

Enumerei alguns, mas sintam-se a vontade em aumentar esta lista nos comentários.

1 – Dirigir à noite na Avenida Miguel Sutil

01 SIMONE ISHIZUKA

De preferência com a trilha sonora mais deprê que você tiver no pen-drive.

2 – Apreciar a vista do mirante do Centro de Eventos do Pantanal

02 SIMONE ISHIZUKA

Aprecie também o som do silêncio deste lugar, com uma vista deslumbrante da cidade.

3 – Observar o céu de Cuiabá

03 SIMONE ISHIZUKA

Quem nunca se deparou com essas cores assim, do nada¿

4 – Comer em um restaurante vazio do São Gonçalo, Beira-Rio

04 ASSESSORIA PREFEITURA DE CUIABA

No final do final, láá no fim tem uns que são mais tranquilos em finais de semana.

5 – Fazer compras no Big Lar

05 ASSESSORIA BIG LAR

Sim. É caro. Mas não se pode negar que é prazeroso.

6 – Ir ao Sesc Arsenal em dias não movimentados

06 ASSESSORIA SESC

Sentar no barzinho, pedir um caldo, tomar um suco e escutar uma MPB bem lentinha…

7 – Tomar café da manhã na Dona Eulália

07 UOL

Lá é tão intimista, que só falta sua avó vim te servir um chocolate quente com um bolo de arroz, para em seguida te dar um abraço antes de você pagar a conta e ir embora.

8 – Andar pelos calçadões do Centro pela manhã

08 BENEDITO GOMES

Com uma trilha sonora um tanto revigorante no fone de ouvido. Tipo aquelas músicas que te fazem ficar mais feliz, sabe? (Olha eu ali!)

9 – Pegar a ‘Estrada de Chapada’ à noite

09 GOOGLE EARTH

É um pouco pra lá do perímetro urbano, mas está valendo! Passe devagar naquele trecho logo após o Rio Mutuca, que tem um ‘teto verde’.

10 – Andar de carro em qualquer avenida pela manhã com a cabeça encostada na janela do carro, escutando Abbey Road dos Beatles

10 DIVULGAÇÃO

Alguém tem que estar dirigindo para você para sentir esta vibe, viu¿ Só coloca esse som e respire bem fundo.

11 – Caminhar pela avenida do CPA

11 SIMONE ISHIZUKA

Calçadas largas e um ar de ‘cidade grande’ que só lá tem.

12 – Estar com um paquera em frente à igreja São Benedito

12 SIMONE ISHIZUKA

Dar uns malhos de leve não é pecado, é divino!

13 – Subir a Getúlio e descer a Isaac

13 SIMONE ISHIZUKA

Avenida Getúlio Vargas e avenida Isaac Póvoas. Algo de praxe que todo bom cuiabano deve saber! E pensar que nossos avós, bisavós e tais tais tais avós fizeram este mesmo caminho também.

*Simone Ishizuka é jornalista, artista, gosta de desenhar e agora descobriu a cerâmica 

20 Comentários

  1. Parabéns pela matéria Simone. De um jeito bem cuiabano, bem interiorano, mas com muita profundidade. Conseguiu em 13 imagens e poucas palavras definir como podemos e conseguimos amar essa cidade.
    Dez para você.

  2. Bela matéria!
    Senti-me incorporado em algumas dessas imagens!
    Vejo interessante subir as escadarias do Morro da Luz e lá de cima contemplar a avenida Getúlio Vargas tendo em seus lados o antigo edifício Palácio do Comércio e a Catedral Metropolitana Senhor Bom Jesus de Cuiabá.
    Outra maravilha é ir cedinho à Ponte Sérgio Motta apreciar o nascer do sol.

  3. Gente que matéria linda de viver!
    E que portal maravilhoso, gostoso de navegar, estou empolgada devorando aos poucos todo o conteúdo! Parabéns, continuem o bom trabalho.

  4. Simone, você disse quase tudo sobre Cuiabá. Complemento com o calor humano que há por aqui e que poucas cidades possuem. As pessoas parecem estar sempre de bem com a vida.

  5. Fiz todos. Exceto o 10 que é algo bastante pessoal. A vista do mirante do Centro de Eventos do Pantanal era muito legal à noite. Galera juntava lá e ficava “curtindo”. Cada um a sua maneira. Aí vieram os assaltos e acabou a graça daquele lugar.

  6. Bem falado, faltou o Parque Tia Nair principalmente a noite, contemplar o Rio Cuiabá do S Gonçalo, comendo peixe… gosto também de ir no Mercado do Porto, ou tomar um café chique no Moinho ou no Shopping sem deixar de dar uma passadinha na livraria …E avistar a mesquita de Cuiabá no Morro da Luz ou a Notre Dame Cuiabana, ou a Igreja do Rosário, dar uma volta no Parque Mãe Bonifácia ou na UFMT com as crianças ou simplesmente andar por aí …pegar a estrada seja pra Chapada ou pra Santo Antônio até Mimoso, ver um um pouco da natureza ouvindo um som…

  7. Parabéns Simone!
    Realmente Cuiabá tem coisas interessantes e prazerosas. Eu acrescento o Parque Mãe Bonifácia. Caminhar ou correr com ou sem música …sem pressa…escutar os pássaros…procurar ver os animais….as árvores ….sozinho ou em grupo é revitalizante.

  8. Amo Cuiabá e tenho a certeza de que as coisas mais prazerosas que existem em Cuiabá são os Cuiabanos. Achei legal a materia no entanto não adianta tampar o sol com a peneira. Cuiabá precisa ser amada de verdade e a muito tempo está jogada as traças. Cuiaba tinha tudo para ser a cidade das praças, do verde e das cores. Cuiabá ninguém tem o prazer de caminhar pela cidade, ir nas praças. Cuiabá é cidade para a burguesia!!! Onde já se viu um playboy cuiabano dando um role na av. do CPA. É muita demagogia… por isso que nao melhora… ainda existe pessoas que qcham q esta bom!!!
    Mídia barata!!!!!

    • Gustavo esta é uma forma de amar Cuiabá e trazer às pessoas a atenção para os simples detalhes do nosso dia a dia. Infelizmente, cuiabano é assim, tem a auto estima baixa, e mesmo quando vê algo que traz poesia sobre a realidade que vivemos, ainda tem quem critica. Mídia barata você não encontra aqui, sinto muito. :)

Deixe um comentário